sexta-feira, junho 29, 2007

Prostituição Vs Brasileiras

A propósito de um texto (conservador até à 5ª geração!) não posso deixar de dar a minha opinião!
Texto esse que fala que todas as brasileiras estão no nosso país apenas para se prostituirem ...e mesmo que assim fosse cada um sabe de si. Todos sabemos que a prostituição é a profissão mais velha do mundo, mas só recorre a ela quem quer. Profissão essa que não tem nacionalidade nem raça. Logo, não concordo que critiquem as brasileiras, nem que critiquem a profissão em si. Cada pessoa faz o que quer com o seu corpo e ninguém tem nada com isso. A única coisa que critico é não legalizar a profissão para que paguem os impostos como eu os pago.
Cada um de nós decide o que querer para as suas vidas, e ninguém deve apontar o dedo porque pior mesmo é roubar ou maltratar o próximo. Neste caso é o contrário, proporcionam prazer a quem recorre a este serviço.
Claro que todos nós queremos sempre o melhor para os nossos filhos, e deve ser bastante dificil para os pais em que os filhos escolhem esta forma de vida, ter que aceitar mesmo não concordando com o mesmo.
Pessoas que criticam as mulheres/homens por ter esta profissão por vezes são mais put...que as put...mas gostam sempre de parecer as conservadinhas do pau oco, que por detrás do casamento têm comportamentos bem piores.
Acredito que muitas tenham prazer em ter esta profissão, mas outras deve ser bastante difícil terem que estar deitadas com homens que a maior parte são bastante nojentos.
Também já conheci algumas portuguesas que emigraram e se fizeram de vítimas que trabalhavam horas e horas num restaurante, quando na verdade também foram fazer o mesmo.
Posso não concordar com a profissão em si, por achar que existem muitas escadas para lavar, mas não posso apontar o dedo e desprezar as pessoas que escolheram a profissão para sobreviver.
Nasci no bairro alto, bairro em que não faltava pessoas com esta profissão, mas que sempre as respeitei e falei da mesma forma que falava a todos. E são todas PORTUGUESAS.
Nunca devemos cuspir para o ar porque a vida dá muitas voltas e nunca saberemos qual o caminho que os nossos filhos podem tomar mais tarde, apesar de lhes darmos a melhor educação. Porque no bairro existem mulheres que são filhas de muitas boas famílias mas que enveredaram pelo mundo da prostituição....

39 comentários:

Ramoa disse...

Não podia estar mais de acordo, está na hora de aprender a separar os alhos dos bogalhos...

Cocas disse...

Ora nem mais!!!

pb disse...

Olá Eng Cocas, seja re-benvinda à blogosfera e logo com este tema !! Mas, até que concordo contigo, ninguém deve criticar ninguém tanto mais que por detrás de cada prostituta há uma mulher como as outras, com vida própria, sentimentos, familia etc e regra geral, as vozes críticas são mais put** que as que o fazem para garantir a subsistência. E nunca nos podemos esquecer que, se a prostituição existe, é porque há procura para ela... bjs, bom fim de semana e esperemos que este teu retorno seja para durar !!

André disse...

Pois é! Eu estava mesmo para comentar no blog dela, mas depois resolvi não me chatear.
Desta vez dou-te razão.

trintona disse...

Não podia concordar mais contigo!!!
Não condeno a profissão... o corpo é delas e elas fazem o quiser dele!!

No que diz respeito à nacionalidade, acho deplorável fazer esse tipo de considerações a uma pessoa referindo a sua nacionalidade, é uma generalização extremamente ofensiva e perigosamente generalista.

Myllana disse...

Exacto!

O engraçado é que ninguém fala das romenas , hungaras e etc....
Além do mais, podem ter essa profissão mas elas não invadem a casa de ninguém nem colocam arma de fogo na cabeça dos homens. Cada um é dono dos seus passos !

Gostei muito do post Cocas:)
Bom final de semana_)

Bia disse...

Cocas que saudades! rapariga que nós andamos tão desencontradas!!!
Olha li o teu texto duas vezes, assino em baixo e bato palmas de pé ao teu bom senso.
Eu respeito a opção de cada um, quem somos nós para julgar? e tens razão não se deve cuspir para o ar, primeiro porque cuspir é feio :) e segundo porque ninguém sabe o dia de amanhã... a vida é um novelo e há que respeitar cada nó...
Beijo Grande, Grande mesmo Cocas

princesinha urbana disse...

Concordo em absoluto! Aliás, concordo tanto que só posso acrescentar que há muitas brasileiras em Portugal que são manicures, excelentes manicures! Essas conheço eu! :)

Rafael Velasquez disse...

certissima!!!

Rafael Velasquez disse...

obs: adorei o blog.

Charlie disse...

OLá :)

Chamar à prostituição uma profissão é o eufemismo que compara as mulheres às alcateias de lobos que se tornaram cães de estima dos homens à custa de tanto se lhe submeterem por uma questão de facilidade de sobrevivência. O universo sexual que os homens e mulheres partilham tem componentes de um e do outro lado bem diferenciados. Fazemos parte do grupo classificados de primatas. Ora os primatas tem uma caracteristica interessante. Nos machos, existem dois tipos de espermatozoides. Os fecundadores e os defensores. Estes últimos, (já que não é preciso explicar o que fazem os primeiros) destinam-se a combater espermatozóides que venham a seguir e que sejam de outra definição genética. Ou seja, os machos desenvolveram ao longo da evolução, mecanismos de defesa na transmissão dos seus genes perante um comportamento promíscuo da parte das fêmeas, comportamento este de resto igualzinho ao dos machos embora, e agora é que é a parte interessante, muito menos intensa. As fêmeas primatas tem uma apetencia por mutliplos parceiros muito mais desenvolvida que os machos, que por sua vez não lhe acham piada nenhuma exercendo coacções fisicas de domínio e de posse.
É fácil perceber quem é que ditou depois as regras à medida que os grupos se foram desenvolvendo e tornando mais complexos.
E podemos observar de resto que em todas as sociedades, se transformou em fruto proibido o que nos está latente e que controlamos consoante a pressão, dos periodos históricos, do colectivo sobre o individual. A nossa tendência natural é de facto para sermos promiscuos. Tendência que mantemos sob controlo e dominamos...ou não. Quanto ao facto de ser um negócio, e pagar impostos....
Acho que no dia em que se reduzir tudo, mas mesmo tudo a um negócio, teremos de ser nós e exigir dinheiro ao Estado, para o qual colaboramos com os filhos que lhe damos. No dia em que um pai e uma mãe pedirem pelo serviço de carregar nove meses um cidadão na barriga, cuidar dele vinte e muitos anos, vinte e quatro horas por dia de dedicação, com as idas ao médico, as escolas, os problemas os estudos e tudo mais que sabemos...
Quando isso for tudo bem contabilizado chegar-se á à conclusão que o que faz mover o mundo é a vontade e o gozo de fazer as coisas pelo que são, onde incluo essas e esses que se remetem à prática que deu origem ao que se chama agora de profissão.
Mas...com estas regras, neste mundo onde tudo se rege pelo dinheiro, e elas também o cobram, pois que paguem impostos como toda a gente, passem facturas das quecas, descontos para a segurança social e tudo mais que nos transforma em peças desta máquina que vendendo-nos a ilusão de que é tudo para a nossa felicidade, tem cada vez menos alma.

Rafeiro Perfumado disse...

Dizer isso das brasileiras é o mesmo que dizer que os portugueses que vão para França é para limparem casas!

Vida de Camaleão disse...

Bem... só tenho que aplaudir de pé. Finalmente este assunto sobre prostituição em Portugal está a ser discutido com dicernimento e inteligência. Não tenho mais o que dizer até o momento porque o que tinha de ser dito já o disse.

cèptocinico disse...

Pois! O meu aplauso.

13 disse...

Como diria uma grande amigo... p.... nem ve-las quanto mais f...-...

Noivo disse...

totalmente de acordo sabias?

deKruella disse...

Hummm...também vi esse texto...também não comentei nem sequer espreitei os comentários para não me chatear...e evitei ir lá pk ja sei que não me vou conter...achei inclusive um texto meio xenofobista e não racista como a pessoa referiu (que não era)...hummm
Em relação ao teu texto não duvido que existam mulheres (poucas) que o façam por prazer mas a maioria cai nessa vida por necessidade...e convenhamos...lavar escadas...não dá tanto dinheiro! Digo eu!

anitah disse...

Exactamente!!!

alfabeta disse...

Quando quiseres criar um post puxa pela cabeça, não andes a espreitar o dos outros para copiares assuntos, só entrei aqui a convite do andré e para ti e pessoas que não leram os comentários, deviam ter lido porque são uma continuação do post.Mas ainda bem que vim aqui assim fiquei a saber quem são certas pessoas que falam comigo no msn a fazerem - se de muito amigas, não comentaram para não se chatearem? Essa é boa, lá está a desonestidade não está só na prostituição.Eu digo o que penso da maioria das brasileiras que estão em Portugal, basta abrir o jornal e ler os anúncios de sexo.

Dizes que quem fala é que o deve ser? Eu posso pensar que quem defende é porque, o é.

Deixei escrito nos comentários que tinha uma amiga brasileira que trabalhava honestamente, por isso eu não disse que são todas iguais, mas como tu dizes não se deve criticar os outros, mas foi o que fizeste com o que eu penso e escrevi no meu blog.

Por isso olha para ti em vez de olhares para os outros minha amiga.

Quando quiseres falar de alguém , fá-lo directamente, ao menos tem essa dignidade e não copies assuntos.

Eu respeito a tua opinião sobre a prostituição, faz o mesmo em relação aos outros.

Não se sabe realmente o dia de amanhã,mas o que me interessa é o dia de hoje e não o de amanhã.

Felicidades para o blog, mas ao menos eu não faço posts de blogs de bloguistas.

migvic disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
joaovitor disse...

Generalizações dão sempre mau resultado...

Avelã disse...

sapinha cocas

eu não teria escrito melhor...

Anónimo disse...

Grande cocoinhas estou contigo!

Anónimo disse...

Estou totalmente de acordo contigo. Acho é que a "cavaleira" ah! perdão;) "cavalheira do outro blog, faz guerra por tudo e por nada. Acho que quem fala muito mal têm uns grandes telhados de vidro. O que ela nem sabe diferenciar xenofobia de racismo. Além de se achar a dona da razão. Uma coisa proveitosa fez, publicidade ao teu blog, eu felizmente vim cá parar e vou visitar-te mais vezes. O dela é uma chatice. é eu e mais eu e mais eu. que chatice:D

alfabeta disse...

Então , não tens coragem de exibir os comentários?

Hummm, não
enganas ninguém.

Cocas disse...

Alfabeta

Olá minha querida,

Caso não tenhas reparado no meu blog não existe falta de inspiração para escrever seja o que for, convido-te a ler o blog todo!!!

Antes de continuar a responder, queria deixar-te o significado de duas palavras que parece-me teres os conceitos baralhados, mas nunca é tarde para aprendermos, não é verdade?!
Copiar = fazer a cópia de; transcrever; plagiar;

Opinar = formar juízo, julgar; emitir a sua opinião; dar o seu parecer; alvitrar;

Em relação a quem fala contigo no msn ou não,não me diz respeito, e se quiseres dar algum recado a esse alguém fá-lo directamente e não deixes recados no meu blog.

Mais uma vez continuas afirmar “(...) maioria das brasileiras que estão em Portugal, basta abrir o jornal e ler os anúncios de sexo.”
Baseada nestas tuas afirmações xenófobas, deixei a minha opinião no MEU blog, parece-me que nada tem a ver com copiar e muito menos ofender.
A não ser que dizer “conservador até à 5 geração!”seja uma ofensa????.

Quando escrevo “Pessoas que criticam as mulheres/homens por ter esta profissão por vezes são mais put...que as put...mas gostam sempre de parecer as conservadinhas do pau oco, que por detrás do casamento têm comportamentos bem piores.” obviamente não me referia à ti uma vez que não te conheço de lado nenhum, no entanto parece-me que enfiaste a carapuça.

Dizes que respeitas a minha opinião sobre a prostituição, já eu não consigo respeitar opiniões xenófobas.

E não vale a pena vires para o meu blog para provocares discussões baratas porque não tenho paciência, apenas decidi responder a este teu comentário porque parece me de mau tom não conseguires trocar opiniões sem ofenderes as pessoas. E sim, tu é que ofendes as pessoas e não eu.

Que fique claro que no meu blog falo daquilo que me apetece, li um texto teu apeteceu-me escrever sobre o assunto como podia ter lido num jornal qualquer coisa e escrever sobre ela.

Cocas disse...

Migvic

Tens que pedir a alfabeta quais são os jornais que ela lê!
Em relação à minha cara...provocação barata sem direito a resposta.

Anónimo disse...

GRANDE COCAS!Estou contigo! Essa sujeita provoca discussões com tudoe todos. o migvic lê os mesmos jornais dela porque é o marido.São uma dupla que ofedem tudo e todos. E têm uma certa carneirada que vai atrás porque não têm mais nada para fazer.Sou o Artur de Mafra

Cocas disse...

Artur de Mafra.

Ah é o marido??? Esta tudo explicado!!
Bem, pelo menos só estragam uma casa!!!!!

alfabeta disse...

Minha amiga, limite- se ás coisas que quer postar e não vá procurar ideias aos outros, e se não lê jornais , problema seu, começe a ler que lhe faz bem, respeita a opinião dos outros e já li os seus posts , só falam dos outros, de mulheres ressabiadas, meta- se na sua vida, não sou eu que tenho um blog ás escondidas do marido. Tenha juízo que já parece ter idade para isso.Sou uma pessoa convicta das minhas ideias, e a carapuça não me serve porque como já disse não escondo blogs ao meu marido e agora responda o que responder, não me vê mais aqui com comentário algum, não a conheço de lado nenhum nem tenho curiosidade em tal.

alfabeta disse...

E não tem nada que agradecer a publicidade, ao menos eu vou direita ao assunto.

Cocas disse...

Alfabeta

Não leio Jornais? (Mas você não sabe ler ou gosta mesmo é de procurar discussões de modo a ofender as pessoas?)

Respeitar a opinião dos outros? (Como você?)

Já leu os meus posts? Pelos vistos ficou-se pelo das mulheres ressabiadas...comprende-se!!

Meto-me na minha vida? (ha ha ha você é que não me larga a cueca... eu por acaso comento no seu blog?)

Um blog às escondidas do marido? (qual marido? o meu?)

Tenho juízo? Defina juizo...deixe estar não se dê ao trabalho vá dar conselhos (bibalhões) aos seus!!!

Você é uma pessoa convicta das suas ideias...hitler também era e tal como você era xenófabo!!!

Não faço nenhuma questão que visite e comente o meu blog...mas pelos vistos voltou novamente a comentar para falar na publicidade que fez ao meu blog... mostrando que não é uma pessoa de palavra...não lhe agradeço (não leu isso em lado nenhum)nem preciso de lhe agradecer!

Agradeço sim aos comentadores que souberam ler e responder de uma forma inteligente e educada :

Ramoa; pb; andré;trintona; myllana; bia; princesinha urbana; rafael velasquez; charlie; rafeiro perfumado; vida de camaleão; cèptocinico; 13; noivo; dekruella; anónimo; joão victor; avelã; anitah; artur de mafra

Em relação à sua falta de curiosidade em me conhecer não partilho da mesma opinião... por acaso até gostava de a ver...assim numa de national geographic...

Espero ter sido suficientemente esclarecedora!!

Anónimo disse...

Cocas, assim é que é escrever. Os tipos não têm nada para fazer. Estão sempre em guerra. Vai dar uma espreitadela(por curiosidade) aos blogues dos dois, e se tiveres paciência.Pq aquilo é uma chatice. Pq só falam mal dos outros. E muito bem deles. dá vontade de rir. Parece aquele serie (OLHA QUE DOIS?) ou em vez de se estragar duas casas ESTRAGA-SE uma ´SÓ. Artur de Mafra, vou fazer um blog só para chatear a dona da razão e companhia.

Cocas disse...

Artur de Mafra

Honestamente passei uma vista de olhos por lá, mas não tive paciencia para aprofundar a leitura, são temas que não me interessam por outro lado como foi uma pessoa que não soube aceitar uma opinião e que tirou conclusões precipitadas sobre um assunto que nada tinha a ver com ela partindo para a ofensa acho que não merece nenhuma atenção especial.
Já tenho o meu blog à imenso tempo e nunca me tinha deparado com nenhuma situação idêntica a esta...
Acho que devias abrir um blog mas não te dês ao trabalho com as pessoas em questão porque não merecem qualquer tipo de atenção.

Não gosto de ofender ninguém, falo no geral e muitas vezes até utilizo histórias de amigos em comum com o conhecimento deles para falar de certos comportamentos

Alexandre disse...

Tenho andado distraído,ainda bem que voltaste, Cocas! E logo com um tema actualíssimo! Também escrevi recentemente sobre Portugal/Brasil onde fiz as minhas previsões de que dentro de poucos anos haverão uns milhões de brasileiros em Portugal. O que pode nem ser mau: afinal acho que não conheço nenhum brasileiro cá que não esteja a trabalhar. Assim trabalhassem os portugueses...

Beijinhos!!! Muitos!!!

Cris disse...

Sofia, peguei no mesmo assunto que escreveu, e fiz um post com a minha opinião, não estou a questionar pontos de vista ou a plagiar ideias. É apenas outro modo de ver as coisas.

Passa por lá e diz-me o que achas.

C.

Cocas disse...

Alexandre

Voltei mas pelos vistos não trouxe o tema adequado!!!! Eh eh eh eh eh

Dá notícias, Bj!!!!

Cocas disse...

Cris

Já li o teu texto e comentei!
Por mim podes sempre falar de algo que leias aqui ou em outro lugar, as opiniões são para serem partilhadas!

Beijos

Cocas disse...

A discussão continua aqui :

http://vozesdarevolta.blogspot.com/

Ah ah ah ah