quinta-feira, junho 09, 2016


__________, por favor, não deixes que a tua esperança no amor sincero seja deitada abaixo por aqueles que vivem a proclamar, aos berros, que o amor não passa de uma ilusão.

Não permitas, de maneira alguma, que as mentiras recém descobertas apaguem a tua fé na existência de gente sincera e disposta a lutar, com unhas e dentes, para que a verdade (as palavras sem máscaras e interesses egoístas) caminhe livre por aí.

Não autorizes, nem sob a mira de um revólver, que a tua capacidade de acreditar no carinho gratuito seja fracturada pelos pontapés dos que têm o peito oco e assassinada pela leitura das barbaridades que, infelizmente, são recorrentes no jornal de cada dia.

E mesmo que todos ao teu redor se tornem seres desonestos e capazes de pontapear, sem culpa, a cabeça alheia. ___________, não te sintas menor por seres o único (ou um dos poucos) a começar pelo final da fila e a não enriquecer, corruptamente, do dia para a noite.

Não te sintas cobarde quando optares por engolir sapos, aprisionar blasfémias e, sabiamente, correr para bem longe de uma confusão.

__________, na corrida de cada manhã, juntamente com o suor que expele dos teus poros, para o bem da tua saúde, expulsa também os mais perigosos venenos que alguém pode conter: o desejo de vingança e a inveja dos que têm mais.

Para, de uma vez por todas, de pagar na mesma moeda pois agindo assim, muitas vezes, ao invés de uma atitude nobre, irás acabar a copiar uma atitude maldosa.

Se o teu amigo não te procurar, em vez de fazeres o mesmo e contribuíres para o resfriamento de uma amizade, sê o responsável pelo reencontro: liga, convida e vai até ele. E depois se fores tu a fazer o esforço maior? Lembra-te sempre do valor inestimável das amizades.

Quando o teu namorado for bruto contigo, diferente dos gritos que deste em ocasiões anteriores e de atitudes que só levaram a situações menos boas, experimenta cuspir paciência, desferir gentileza e bombardeia sorrisos que evaporam o ódio.

Não te deixes enganar pelos comprimidos vendidos como se fossem verdadeiras viagens a paraísos. Quando, por ventura, mesmo sem um tostão no bolso tu precisas viajar: lê uma poesia do Leminski ou um conto do Cortázar.

Não tenhas tanto medo da morte mas, por favor, dá mais valor à vida e não confies tanto na suposta existência do dia de amanhã.

Uma vez por ano, se puderes, por uma semana esconde o relógio, a agenda e o telefone. E diferente do que fazes na tua rotina normal, dá voz de comando aos teus instintos: esquece o horário de almoço e come apenas quando estiveres com fome; não te obrigues a dormir depois da novela e fecha os olhos somente quando estiveres com sono; permite-te ao luxo de fazeres apenas aquilo que sentes vontade e de te negares a realizar qualquer tarefa que normalmente fazes por dinheiro, carreira ou currículo.

_________, todas as manhãs, depois do despertador e antes do pão na mesa, relê este texto em voz alta e se não for pedir muito, uma vez ou outra, finge que não ouviste a tua nutricionista e mantém o miolo todo no pão.Obs: Preenche as lacunas em cima com o teu nome e não tenhas medo de falar sozinho.

quinta-feira, outubro 22, 2015

Calma lá....

Nem tudo o que parece, é !
Não tirem conclusões precipitadas.
Não mandem recados.
Não tentem fazer ou criar invejas.
Não tentem...

Porque eu não estou para aí virada. 
Porque tenho mais que fazer do que pensar no que os outros vão pensar.
Porque a minha vida não gira à volta de ninguém.
Porque tudo o que me provoca sentimentos negativos vou deixando para atrás. 
Porque todo o Mundo um dia cansa e eu não sou excepção.
Porque eu apenas pretendo uma coisa: PAZ! 

Beijinhos

terça-feira, outubro 06, 2015


Sem dúvida....
Há coisas que não volto a repetir.
Demoro muito a tomar decisões...demoro muito a aceitar certas coisas.
Quando acontece já não há volta a dar.
Por falar tanto e fazer tão pouco é que quando tomo decisões nunca ninguém está a espera.  
Não foi por falta de aviso. Até lá vou batendo o pé... todos temos um limite.



Guaxinim salvo por família acha que é um cão

"Tudo aconteceu no ano passado, e de forma muito rápida. Nassau, um residente das Bahamas encontrou, com a sua mulher, um Guaxinim ferido caído de uma árvore, e que, por sinal, estaria perdido, tendo em conta que o casal não avistou a mãe deste pequenote.


Desta forma, impensável seria deixá-lo lá, sem ajuda, sozinho, com frio, e abandonado, pelo que este casal decidiu “adotar” este Guaxinim, juntando-o à família de animais lá de casa, mais concretamente, aos dois cães do casal."

13
Opá...Amei :)

Gosto de ti, e então?

"Se estiveres, eu estou. Se ficares, eu fico. Se quiseres, eu quero. Se entrares, eu entro. Se saltares, eu salto. Se arriscares, arrisca com tudo. Se caíres, eu agarro-te. Se vieres, eu volto. Se me amares para sempre, amar-te-ei sem limites.
Se saltares, saltamos juntos. Apostamos juntos. Ganhamos juntos. Sorrimos juntos.
Arriscas?"
- Rita Leston
Vou ali encontrar-me....já volto!!!!


segunda-feira, outubro 05, 2015

Cansada....

Ando cansada....
Ando sem paciência para os Seres Humanos.
Ando cansada de ter sempre dedos apontados.
Ando cansada dos julgamentos.
Ando cansada...

Irrita-me a minha pessoa. Sim, ando irritada comigo mesma.
Ando irritada porque tinha prometido a mim mesma que ia controlar a minha impulsividade. Falhei. Não há pior coisa do que falhar comigo mesma....
Quanto mais me dou pior fico.
O Ser-Humano só sabe ver os defeitos dos outros.
Eu tenho muitos....não preciso que ninguém me diga. Sou a primeira a dizê-lo.
Se me orgulho? Não.
Porque alguns desses defeitos podiam já nem sequer existir. Prometi a mesma. Falhei.
Sou do contra. Gosto de testar o Ser-Humano.
Esqueço-me sempre é que pode ir contra as minhas espectativas. 

Porque é que adoro andar sozinha?! Porque sem dúvida é a minha melhor companhia.

Os meus Animais?!  Fiéis.

Estou cansada......

domingo, junho 14, 2015

sexta-feira, junho 12, 2015

Porque sim!

Bem aqui estamos nós!
Só tu e eu como antigamente. Chega de redes sociais.
Existe vida para além do Facebook. O face só serve para criar ódios de estimação,invejas,críticas destrutivas,etc....
Quero paz...quero ter a minha mente livre...sem pensamentos maus...
(Enquanto escrevo o Bernardo acaba de ter um episódio de agressividade).
Preciso da minha paz para ele...
Quem quiser apareça aqui!