quinta-feira, janeiro 18, 2007

Nem sei bem como começar…

Só gostava de saber até onde é que as mulheres vão para conquistar o coração de um homem?
Digo isto porque realmente não podemos nós (mulheres) atingirmos sempre os homens quando de facto nós conseguimos ser às vezes bem piores…
Isto tudo para explicar que um dos meus irmãos, casou-se pela segunda vez acerca de um ano e já tinha dois filhos ,que são os meus sobrinhos gémeos, a actual mulher sempre mostrou estar preocupada com os meus sobrinhos e os meus sobrinhos sempre gostaram dela….mas tudo mudou quando ela ficou grávida….
O que nós (família paternal) nos leva a pensar que afinal o que parecia não era fruto de uma verdade mas sim de um jogo intencional da parte dela.
Obviamente não queria de forma alguma que ela gostasse mais dos meus sobrinhos que do filho dela, apenas que continuasse a trata-los da mesma forma como o fazia antes de ser mãe.
E só me apercebi da gravidade da situação, quando este fim de semana, vínhamos do funeral do nosso amigo Nuno, eu o meu outro irmão e a mamy resolvemos fazer uma surpresa e fomos buscar os meninos, de certa forma era uma maneira de tentar distrair-me.
Os meus sobrinhos estavam a janela e desceram logo assim que nos viram. Perguntei-lhes pelo pai e eles disseram que não estava. Liguei ao meu irmão para saber onde ele estava e disse-lhe estávamos a porta dele e que iamos levar os meninos e íamos ter com ele. Qual não foi o nosso espanto quando pela janela sai de lá a mãe dela e a irmã a gritarem e a dizerem que não deixavam ir os meninos. Por breves segundos pensei que aquilo não estaria acontecer, porque nunca houve qualquer desentendimento com elas e porque elas sabem perfeitamente que jamais em tempo algum eu preciso de permissão para trazer os meus sobrinhos e a mamy trazer os netos.
O que resultou desta situação toda, foi a descoberta da forma com estavam a ser mal tratados os meus sobrinhos pela família dela que não lhes é nada, e eles passarem a ficar a minha responsabilidade e da mamy. Porque depois eles contaram tudo o que se andava a passar que não vale a pena relatar. Não esquecendo que são crianças que já têm nove anos e já sabem muito bem explicar o que se passa.
Por isso, cada vez mais, penso que as pessoas que não têm a capacidade de se juntar a outra pessoa que já tenha filhos mais vale não se juntarem, porque as crianças não pagam pelos erros dos adultos…e não adianta prender nenhum homem com um filho…
Nem sei como é que tenho conseguido gerir isto tudo que se tem passado a minha volta...

13 comentários:

José disse...

Uma história muito triste, existem infelizmente milhões espalhadas por esse mundo.
Minha avó materna dizia muitas vezes o seguinte:
São vidas que acontecem e muitas vezes não sabemos explicar.
Muita coragem e cabeça fria.

Um beijo




José

Anónimo disse...

Essa história é no mínimo perturbante... que mundo estranho em que vivemos, onde se representa mais do que se vive. Uma beijoca, Cocas!

PS: Cocas?!?

Anónimo disse...

Essa história é no mínimo perturbante... que mundo estranho em que vivemos, onde se representa mais do que se vive. Uma beijoca, Cocas!

PS: Cocas?!?

Alexandre disse...

Prender um homem por um filho parece coisa do século passado, realmente.

Quando as situações são irreversíveis há que ter muita serenidade, os filhos devem sofrer o menos possível, pois eles nem percebem o que está a passar.

É calro que o que as crianças querem nessa idade é ter um pai e uma mãe em casa, pois é assim que os colegas são, mas eles nem sabem bem que muitos desses colegas já não estão nas famílias originais, as pessoas juntam-se, cada um traz os seus filhos, é inevitável, são os novos tempos.

Agora, maltratar as crianças isso nunca. Em caso algum, e ainda por cima meter famílias ao barulho que nada têm a ver com isso. Se as pessoas andam ressabiadas que se tratem.

Fizeram bem em trazer as crianças. Muitos beijinhos e tudo de bom para eles e para ti!!!!

Anónimo disse...

complicado... muito muito compicado!

asdrubal tudo bem disse...

é uma situação muito complicada e revoltante. mais complicada ainda , caso se aperceba que realmente os filhos são mal tratados , é a situação do teu irmão.

Anónimo disse...

Sophia, as Mulheres não são todas iguais, mas infelizmente há uma parte de nós que é realmente do pior... essas que pertence ao lado pior, que pensam que por fazerem o "pino" ou vestirem uma capa que na altura até lhes acenta muito bem, conquistando o Homem e toda a sua família, pensam que vão longe... mas a mentira tem perna curta, e a capa cai é uma questão de tempo e prender um Homem com um filho é triste quer dizer que as pobres coitadas não valem mesmo nada... até porque ninguém prende ninguém, porque o fisico até pode estar mas o coração tem asas... desejo-te toda a coragem do Mundo para estares sempre ao lado dos teus sobrinhos e força para enfrentares quem não te vai facilitar a tarefa, parece impossível que isto ainda aconteça nos nossos dias mas infelizmente para as crianaças aconteceu.
Um beijo grande.

Anónimo disse...

Conseguiste tirar-me a vontade de me casar de novo! Obrigado!!!!

Beijinhosssssssss

Anónimo disse...

há pessoas para tudo...infelizmente...

visita também o meu cantinho de poesia : www.oparaisonaoeaqui.blogspot.com e o meu cantinho de textos :
www.deixameveraminhaagenda.blogspot.com

Belzebu disse...

Tudo o que envolve maus-tratos a crianças deixa-me perturbado! Esta situação não é única (infelizmente)e não poucas vezes termina com danos irreparáveis no desenvolvimento da criança! Não é este caso visto que parece ter sido detectado a tempo!

Mas gostava de colocar uma questão. E qual é o papel do teu irmão no meio disto tudo? Não sabia? Mas agora já sabe.

Saudações!!!

Visi disse...

POr estas questoes é que eu continuo a achar que quem casa uma vez e tem filhos deveria fazer muitos sacrificios em função deles e nao casar novamente É UMA DELAS!mMas isso é impossivel ja que os nosso sentimentos nunca ficam para tras e "pensa-se" que todos temos o "direito" a uma segunda, terceira, quinta vez.....tra la la...cantigas.Se queremos os filhos felizes é suprimir os nossos desejos carnais em funçao da felicidade deles pois nao acho nada justo para quem nao pediu para nascer, levar com novos pais e novas maes, muitas das vezes ( a maior parte) desiquilibrados...geramos crianças revoltadas e infelizes e apontamos-lhes a culpa de serem rebeldes e nao sabermos o que lhes fazer.!POR FAVOR: OS CULPADOS SOMOS NOS QUE NAO SABEMOS SEGURAR A PITA OU O PITO E QUEM PAGA SAO AS CRIANÇAS QUE CRESCEM EM DESARMONIA FAMILIAR E SEM SABER QUE PADRAO SEGUIR, SEM SABER QUEM RESPEITAR!!!

as velas ardem ate ao fim disse...

Muito triste mas felizmente as mascaras caem.

Olha se puderes passa pelo Velas, gostaria de saber a tua opinião.

bjinhos

Anónimo disse...

Que má onda.
Ainda bem que os meninos ficaram com vocês...

:))